Didático

Diferenciação das Síndromes de acordo com os oito princípios – Ba Gang

A diferenciação de uma síndrome ocorre por uma analise e uma síntese – do externo ao interno, de um ou outro aspecto – dos dados clínicos obtidos pelos métodos de diagnósticos a fim de determinar a natureza, localização da enfermidade, estado entre a resistência do corpo e os fatores patógenos. Assim podemos observar que a diferenciação não é apenas o resultado de uma enumeração de sinais e sintomas, mas sim, uma reflexão patológica. Um diagnóstico correto é requisito indispensável para a aplicação de um método terapêutico correto e obtenção de um resultado clínico.

Existem muitos métodos para a diferenciação de síndromes. Neste post vou falar sobre a diferenciação através dos oito princípios Ba-Gang. Cada um dos métodos enfatiza um aspecto particular, porém, se unem e se complementam mutuamente. Na prática clinica devemos considerar também a diferenciação de síndromes referentes a etiologia e os métodos de diagnósticos.

OS OITO PRINCÍPIOS (Ba-Gang)

Os oito princípios das diferenciações das síndromes são: externo e interno, frio e calor, xu (deficiência) e shi (excesso), yin e yang. Este método tem ampla aplicação clínica. A aplicação deste método permite observar a diversidade e complexidade das manifestações clínica e as mudanças patológicas para descobrir a causa e resolver os complicados problemas sistematicamente. O externo e interno tem relação com a profundidade da enfermidade, o frio e o calor tem relação com sua natureza, xu e shi como grau de conflito entre os fatores anti-patógenos e fatores patógenos, yin e yang são os princípios que orientam os oito princípios. Todas as síndromes externas, de calor e de tipo shi encontram-se dentro da categoria yang, enquanto todas as síndromes internas, de frio e de tipo xu encaixam na categoria yin. Vemos frequentemente na clínica síndromes externas e de frio ou internas e de calor que pertencem a complexas síndromes yin-yang. Apesar de existir vários sinais e sintomas, vamos falar dos mais comuns de acordo com cada síndrome.

EXTERNO (Biao) E INTERNO (Li)

O externo e interno formam o principio relacionado com a profundidade da enfermidade e fazem parte do desenvolvimento da mesma. A síndrome externa se apresenta quando os fatores patógenos exógenos invadem a parte superficial do corpo, com um ataque súbito e de curta duração. Os sintomas principais são: aversão ao frio (ou vento), febre, cefaleia, obstrução nasal e pulso superficial. A síndrome interna ocorre pela transmissão de fatores patógenos exógenos para o interior caso não sejam eliminados a tempo ou devido a um ataque direto aos zang-fu (órgãos) pelos fatores patógenos exógenos. A disfunção dos zang-fu é também uma das causas de síndromes internas. Geralmente, o principal sinal para distinguir a síndrome externa e interna consiste em que o primeiro tem febre acompanhada de aversão ao frio (ou vento), enquanto que o segundo tem febre que se apresenta sozinha. Temos que dar muita importância as diferenciações de frio, calor, xu ou shi das síndromes internas e externas.

Tabla 4

Diferenciação de Frio, Calor, XU e SHI em síndromes externas e internas

A síndrome externa é geralmente leve e superficial, a localização da enfermidade está na parte superficial do corpo e em período inicial sendo uma enfermidade de causa exógena. A síndrome interna é severa e profunda porque o fator patógeno penetra no interior do corpo, prejudicando assim os órgãos zang-fu.

FRIO (Han) E CALOR (He)

Frio e calor são as diferentes naturezas da enfermidade. A maioria das enfermidades causadas por fogo, calor de verão ou secura patógeno pertencem a síndromes de calor, e as enfermidades causadas por frio patógeno, pertencem à síndrome de frio. Mas o último pode se transformar em primeiro. Também, xu de yin ou yang podem ser convertidos, respectivamente, em síndrome de calor ou de frio do tipo xu. Estes são distintos, e devemos saber diferenciar do tipo shi. A manifestação clinica:

Diferenciar uma síndrome de frio de uma síndrome de calor não é difícil, pois são dois opostos por natureza e tem manifestações notavelmente diferentes.

Tabla 5

Diferenciação de síndromes de Frio e de Calor do tipo SHI

XU (DEFICIÊNCIA) E SHI (EXCESSO)

Xu e shi são dois princípios que são usados para analisar o grau de conflito entre a resistência anti-patógena e os fatores patógenos exógenos no processo da enfermidade. As síndromes do tipo xu (deficiências) se referem às enfermidades em que a função do corpo humano é fraca, o fator anti-patógeno é insuficiente, e a coordenação de yin e yang está em desequilíbrio enquanto a influencia do fator patógeno já não é evidente. As síndromes do tipo shi (excesso) se referem as enfermidades em que a função corporal não é muito fraca e o fator anti-patógeno ainda é forte, enquanto o fator patógeno é hiperativo e existe uma luta aguda entre os fatores anti-patógenos e patógenos. Se o fator anti-patógeno é fraco e fracassa ao se opor ao fator patógeno, se produz uma enfermidade complicada entre xu e shi. As síndromes do tipo xu devem ser tratadas com o método tonificante e as síndromes do tipo shi devem ser tratadas com o método dispersante. Quando xu e shi coexistem devemos aplicar os métodos em forma combinada.

Uma síndrome do tipo shi é acompanhada frequentemente de uma síndrome de natureza quente enquanto uma síndrome do tipo xu de uma natureza fria.

Tabla 6

Diferenciação de síndromes dos tipos XU e SHI

Nessa próxima imagem podemos ver as diferenças entre as síndromes do tipo xu de yang (deficiência de yang) e as síndromes do tipo xu de yin (deficiência de yin).

Tabla 7

Diferenciação de síndromes do tipo XU de Yang e do tipo Xu de Yin

YIN E YANG

Como falei antes, yin e yang são dois princípios gerais usados para indicar a categoria a que pertencem a enfermidade e servem também para explicar algumas mudanças patológicas dos órgãos zang-fu e os tecidos, tais como : síndromes de xu de yin, síndromes de colapso de yin, síndromes de xu de yang, síndromes de colapso de yang, etc.

Pelas manifestações clinicas concernentes se podem dizer que todos os que se caracterizam por hiperatividade, excitação, inquietude e brilhante ou cor vermelha pertencem a síndrome de yang, enquanto os que se caracterizam por hipoatividade, inibição, quietude, cor escura e pálido pertencem a síndrome de yin. Sobre isso já falamos nos 6 princípios anteriores. Esse é um esquema sobre a diferenciação de síndrome de colapso yin e colapso yang.

Tabla 8

Diferenciação de síndromes de colapso de Yin e colapso de Yang

Em breve falaremos sobre outros métodos de diferenciar síndromes de acordo com outras teorias da vasta Medicina Chinesa e suas aplicações.

Qualquer dúvida ou comentário pode postar e entraremos em contato por e-mail para tirar dúvidas e acrescentar no site.

E-mail é oacupunturista@gmail.com

 

Anúncios

1 resposta »

O que achou desse artigo?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s